Covid-19: Federação atesta 1ª morte de jogador de futebol na Bolívia

A Federação Boliviana de Futebol (FBV) confirmou oficialmente a primeira morte de um jogador profissional no país vítima do novo coronavírus (covid-19). Deibert Román Guzmán, de 25 anos, faleceu no último dia 19, mas somente ontem (30) a FBV ofcializou falecimento do atleta. Ele defendia o Clube Universitário de Beni, da segunda divisão do campeonato nacional. Até ontem, a Bolívia registrava 9.592 casos confirmados e 310 mortes por covid-19.

No último domingo a FBF, por meio de sua conta no Twitter já hava homenageado o atleta, com a mensagem: “A Federação Boliviana de Futebol expressa suas sinceras condolências à família e aos amigos de Deibert Román Guzmán, pedindo a Deus renúncia e força nesses tempos difíceis”.

Apesar do primeiro caso fatal, a entidade manteve agendada para a próxima sexta-feira (5) uma reunião com dirigentes de clubes para discutir a retomada da primeira divisão campeonato nacional, suspenso desde o dia 16 de março devido à pandemia.

Em entrevista à Agência Brasil, o jornalista Rainer Alberto Duran Urquizu, do jornal El Deber, de Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), afirmou que ainda não há consenso sobre o retorno dos treinos presenciais. “A ideia dos clubes é continuar o campeonato, mas a direção da FBF ainda não tem uma definição, alguma data para tentativa [de retorno], alguma proposta. Isso gerou alguns protestos de dirigentes de diferentes clubes, que questionam o porquê de a Federação ainda não estar trabalhando neste sentido. Então, na sexta-feira é muito possível que se esclareça o panorama. A FBF criou uma comissão que está elaborando um protocolo para voltar os treinos e retomar o campeonato”.

Urquizu alerta ainda para a vulnerabilidade dos atletas, tendo em vista que não podem contar com um tratamento diferenciado em relação a qualquer outro cidadão que tenha sido infectado no país.

“O tratamento que os jogadores de futebol e atletas, em geral, recebem na Bolívia, nestes casos de covid-19, até onde temos conhecimento, é igual para qualquer outra pessoa. Não existe um tratamento preferencial. As condições na Bolívia não são das melhores, os hospitais estão saturados”, revela o jornalista. 

A competição nacional foi interrompida na 12ª rodada, com o The Strongest na liderança (21 pontos). Segundo Urquizu, está previsto para o próximo dia 10 de junho, um anúncio do Ministério dos Esportes da Bolívia comunicando as datas de retorno das práticas esportivas no país. 

Rio de Janeiro decide amanhã tempo de prorrogação do isolamento social

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, vai prorrogar medidas de prevenção e enfrentamento à propagação do novo coronavírus no estado. De acordo com a assessoria do Palácio Guanabara, o decreto será publicado em edição extra do Diário Oficial desta segunda-feira (1º).

“As determinações continuam valendo durante esta semana e as forças de segurança pública do estado seguem auxiliando as ações das prefeituras”, indica a nota do governo, que não aponta até quando as medidas estarão em vigor.

Amanhã, haverá uma reunião do governo para tratar da reabertura gradual da economia. Representantes de diversas secretarias e da Comissão de Saúde participam do encontro, onde, segundo a nota, “serão discutidos o cronograma de flexibilização das medidas restritivas e as regras técnicas para cada área ou serviço”.

O prazo do atual decreto de Wilson Witzel, que definiu as medidas de isolamento no estado termina hoje (31).

Estado do Rio registra mais de 5 mil mortes por covid-19

O estado do Rio de Janeiro registrou 5.344 óbitos por covid-19. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, até este domingo (31), são 53.388 casos confirmados. Ainda conforme o órgão, há 1.293 mortes em investigação e 260 foram descartados. Até o momento, entre os casos confirmados, 38.735 pacientes se recuperaram da doença.

Nas últimas 24 horas foram mais 67 vítimas do novo coronavírus (Sars-Cov 2) no estado. Ontem, dados da secretaria indicavam 5.277 mortes por covid-19, com 198 óbitos registrados nas 24 horas anteriores. No total, eram 52.420 casos confirmados, sendo que 37.470 tinham se recuperado.

O município do Rio de Janeiro tem 29.157 casos. O número de mortes chegou a 3.578. Depois da capital, Niterói, na região metropolitana, é a cidade com mais casos registrados (3.065) e 104 mortes. Em número de óbitos, o segundo município é Duque de Caxias, na Baixada Fluminense (250). Em Caxias há 1.502 casos confirmados de covid-19.
 

Número de casos do novo coronavírus no Brasil ultrapassa 510 mil

O Brasil chegou a 514.849 casos do novo coronavírus, mais de meio milhão de pessoas infectadas com a doença, com a inclusão nas estatísticas de 16.409 novos casos. Com 480 mortes registradas nas últimas 24 horas, o número de óbitos pela covid-19 chega a 29.314. Os números foram atualizados, no início da noite deste domingo (31), pelo Ministério da Saúde.

Do total de casos confirmados, 278.980 (54,2%) estão em acompanhamento e 206.555 (40,1%) pacientes se recuperaram. Há ainda 4.208 óbitos em investigação.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de mortes: 7.615. O estado é seguido, em número de óbitos, pelo Rio de Janeiro (5.344), Ceará (3.010), Pará (2.923) e Pernambuco (2.807).

Na sequência, aparecem Amazonas (2.052), Maranhão (955), Bahia (667), Espírito Santo (604), Alagoas (443), Paraíba (360), Rio Grande do Norte (305), Minas Gerais (271), Rio Grande do Sul (224), Amapá (222), Paraná (182), Distrito Federal (170), Piauí (161), Sergipe (158), Rondônia (156), Santa Catarina (136), Acre (148), Goiás (124), Roraima (116), Tocantins (73), Mato Grosso (61) e Mato Grosso do Sul (20).

Já em número de casos confirmados, aparecem nas primeiras posições do ranking São Paulo (109.698), Rio de Janeiro (53.388), Ceará (48.489), Amazonas (41.378) e Pará (37.961). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Maranhão (34.639), Pernambuco (34.450), Bahia (18.392), Espírito Santo (13.690) e Paraíba (13.162).

Na comparação internacional, o Brasil figura em segundo lugar no número de pessoas infectadas (514 mil), atrás dos Estados Unidos (EUA), com mais de 1,7 milhão de casos, de acordo com balanço divulgado pela Universidade Johns Hopkins, que reúne os números oficiais dos países. Em número de óbitos, o Brasil ocupa a quarta colocação, atrás de Estados Unidos (104.319), Reino Unido (38.571) e Itália (33.415).

Protesto no Palácio Guanabara termina em confusão    

Manifestantes se reuniram na tarde de hoje (31) em frente ao Palácio Guanabara, sede do governo do Rio de Janeiro, para participar do ato “Vidas Negras Importam”, em protesto contra a violência policial nas favelas e pela morte do adolescente João Pedro, de 14 anos, morto durante uma operação policial no Morro do Salgueiro, em São Gonçalo.

A manifestação começou às 15h e ocorria pacificamente com os integrantes carregando faixas contra a morte de negros em confrontos com a polícia, até que começou o conflito com a Polícia Militar, praticamente no final do ato. 

Os agentes jogaram bombas de gás e usaram spray de pimenta nos manifestantes. Houve muita correria nas ruas próximas ao Palácio. 

Procurada, até o fechamento dessa matéria, a Polícia Militar ainda não havia divulgado nota sobre o confronto.
 

Fluminense confirma contratação de Fred, ídolo da torcida tricolor

O Fluminense anunciou neste domingo (31), a contratação do atacante Fred, que vestiu a camisa do Cruzeiro na última temporada. Esta será a segunda passagem do jogador pela equipe tricolor:  a primeira ocorreu entre 2009 e 2016. Neste período, ele se tornou o terceiro maior artilheiro da história do clube, com 172 gols em 288 jogos, ficando atrás somente de Waldo (319) e Orlando Pingo de Ouro (184). Em nota oficial, publicada no site do Tricolor, o presidente Mário Bittencourt, comemora o retorno do ídolo, que aceitou uma redução salarial enquanto o Campeonato Brasileiro não iretorna, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (covid-19). 

“Trazer de volta um ídolo como o Fred é realmente muito especial, ainda mais para ajudar na reconstrução do Fluminense. É importante destacar que o atleta está totalmente ciente desse nosso momento, entendendo essa nossa atual realidade. Prova disso é que, enquanto o Campeonato Brasileiro não se iniciar, o jogador abrirá mão da maior parte de seu salário para receber 2 salários mínimos.”

O clube ainda explica que a remuneração paga ao jogador será dividida em duas partes, uma fixa e a outra variável. Esta vai depender da venda da linha de produtos, ingresso de novos sócios torcedores, patrocínios exclusivos, venda de camisas e outros projetos de marketing. O contrato começa a valer já a partir de amanhã (1º de junho) e seguirá até até julho de 2021, data que será comemorada os 120 anos do Fluminense.

Após o anúncio, o atacante, de 36 anos, prometeu dedicação total à equipe carioca. “Vou dar vida com essa camisa e acho que estou voltando para um desafio muito grande na minha carreira. Mas não estou indo só pelo que eu já fiz, mas para provar mais uma vez que sou capaz de continuar jogando em alto nível para a nossa torcida, eles sabem que eu posso fazer isso por eles. Vou fazer de tudo, o possível e o impossível, para fazer o Fluminense melhor e conseguir vitórias a cada jogo. Podem ficar tranquilos que estou me doando no dia a dia 100% para fazer meu melhor e a gente comemorar muita coisa juntos” 

Ação beneficente na volta ao RJ 

Na tarde deste domingo (31), durante transmissão da TV Globo, que reprisou o tetracampeonato do Flu no Brasileirão de 2012, Fred revelou que voltará pedalando  de Belo Horizonte (MG) até o CT Tricolor no Rio de Janeiro, um percurso de aproximadamente 400 quilômetros. A iniciativa faz parte de um projeto para ajudar famílias carentes. 

“Antes desse projeto funcionar, já tenho alimentos para ajudar mais de três mil famílias. E também vou lançar o desafio: para cada quilômetro que percorrer, também vou doar cesta básica. A torcida do Fluminense é muito solidária, o povo brasileiro é muito solidário, e estamos conseguindo através das redes sociais, do esporte de alguma forma, levar alegria e ajudar alguém”.

Ferramenta usa inteligência artificial para parar de fumar

Preocupada com o tabagismo, considerado o maior risco controlável para doenças cardiovasculares e principal causa de óbitos no Brasil, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) lançou uma ferramenta que utiliza inteligência artificial para ajudar as pessoas que desejam se livrar do vício e parar de fumar, tendo em vista que no atual período de isolamento social, muitos indivíduos até ampliam o uso do tabaco, o que é bastante negativo para a saúde.

De acordo com o Cardiômetro da SBC, o fumo ocasiona mais de mil mortes por dia. Além disso, fumantes têm de duas a três vezes maior risco de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), doença isquêmica do coração e doença vascular periférica, e de 12 a 13 vezes mais risco de ter doença pulmonar obstrutiva crônica.

Estudo feito pelo Centro de Pesquisa e Educação para Controle do Tabaco da Universidade da Califórnia (UCLA), nos Estados Unidos, revela que tanto o tabagismo quanto o uso de cigarros eletrônicos aumentam a gravidade das infecções pulmonares e os fumantes têm 2,25 vezes mais chances de complicações graves decorrentes da covid-19 do que os não fumantes.

Assistente virtual

Para ajudar no enfrentamento da crise e transmitir à população que existem medidas que podem ser adotadas para parar de fumar ou, pelo menos, reduzir esse consumo de tabaco, a SBC disponibilizou em seu site um assistente virtual (chatbot), que simula um ser humano conversando com a pessoa interessada.

A coordenadora de ações relativas ao tabagismo da SBC, Jaqueline Scholz, explicou que já usava o programa de mensagens no tratamento do tabagismo e resolveu adaptá-lo para que a SBC consiga captar a pergunta do paciente e o que ele quer saber, direcionando-a para uma resposta mais adequada. “Como se fosse uma coisa mais interativa. Essa inteligência artificial usou o meu conhecimento adquirido ao longo de muitos anos no tratamento de fumantes, e transferiu para esse sistema. Espero que isso possa ajudar as pessoas nesse momento em que o isolamento é necessário, quanto menor a circulação melhor, mas que elas possam tomar uma providência nas suas casas ou onde estiverem”. 

A ferramenta oferece técnicas para cada estágio do fumante. “O chatbot vai respondendo e orientando o paciente nesse sentido. Ele vai tendo essa interação e a gente espera poder responder boa parte das perguntas”. Segundo Jaqueline, o trabalho já está bem desenvolvido e poderá atender as pessoas de forma satisfatória.

O Brasil conta, atualmente, com cerca de 20 milhões de fumantes.  “A gente tem que ajudar essa massa crítica, principalmente agora, com essa pandemia (do novo coronavírus), em que os fumantes agravam o fator de risco. A SBC está dando os instrumentos para as pessoas possam saír dessa condição de risco, não só pela covid, mas pela saúde como um todo. O cigarro abrevia a vida, está relacionado a inúmeras outras doenças e, com certeza, o melhor que o fumante pode fazer pela saúde dele é deixar de fumar”, disse a cardiologista.

Substâncias nocivas

Na avaliação do clínico-geral José Veríssimo Júnior, especialista em prevenção e tratamento da dependência química, além da nicotina, o tabaco tem milhares de substâncias químicas nocivas à saúde, que atingem principalmente o sistema cardiorrespiratório, gerando dificuldades respiratórias, circulatórias e de pressão arterial. “Também são responsáveis pelo câncer na garganta, pulmão e da bexiga, que é um tipo de câncer quase que exclusivo de fumantes”, observou.

O tabaco também age no metabolismo, gerando em muitos casos a perda de peso. Veríssimo destacou que o fumante tem o seu sistema imunológico afetado, permitindo assim a ação de outras doenças, como a covid-19. Segundo ele, “parar de fumar não é difícil”. “A combinação de remédios, que não alteram o sono ou o apetite, com acompanhamento psicológico, é muito eficaz”. Grupos como Tabagistas Anônimos ou instituições como o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) têm programas que também podem ajudar aos interessados que desejam parar de fumar.

Aeroporto de Montevidéu é transformado em cinema drive-in

O Aeroporto de Carrasco, principal terminal aéreo do Uruguai, trocou as decolagens e aterrissagens de aviões por filmes. O estacionamento foi transformado em cinema drive-in após o surgimento do novo coronavírus. O local, que tem capacidade para aproximadamente 100 veículos, exibe sessões de quinta a domingo. De segunda a quarta, o espaço está reservado para sessões privadas ou eventos para empresas.

Os cinemas do país estão fechados desde que foi declarada emergência sanitária no Uruguai, no dia 13 de março. Agora, com a abertura do drive-in no aeroporto, os moradores de Montevidéu têm a oportunidade de desfrutar da experiência do cinema sem a preocupação de estarem em locais fechados, como as salas tradicionais. Para muitos, é a primeira saída recreativa com as crianças desde o início do surto de covid-19.

O espaço foi inaugurado no dia 23 com um show de música do DJ Sanata, um personagem caricato e divertido, criado pelo comunicador uruguaio Gonzalo Cammarota.

A iniciativa terá duração de dois meses e, além da exibição dos filmes, tem um cenário onde se organizarão espetáculos e eventos musicais. A tela do drive-in possui 20×16 metros e é a maior, ao ar live, da América do Sul.

A programação, atualmente com 11 filmes, é variada e possui obras infantis, como O Rei Leão e Dois Irmãos, e adultos, como Bohemian Rhapsody e Coringa. Às quintas, sextas e domingos, são exibidas duas sessões e, aos sábados, três.

Neste fim de semana, serão exibidos Dois Irmãos, Bohemian Rhapsody, O Roubo do Século (El Robo del Siglo) e Sonic.

Os idealizadores esperam realizar cerca de 80 exibições, com mais de 20 mil espectadores durante os dois meses em que a proposta funcionará.

Ingressos

Os ingressos custam 590 pesos uruguaios por veículo (cerca de R$ 73). As entradas para as sessões são vendidas apenas pela internet e os protocolos sanitários do Ministério da Saúde uruguaio são respeitados, como a obrigatoriedade do uso de máscaras pelos funcionários. Antes de cada filme, um anúncio com as medidas de higiene e prevenção são informadas ao público.

Quem for às sessões pode comprar lanches na praça de alimentação do aeroporto ou pelo próprio site da iniciativa, recebendo os alimentos diretamente no carro, para evitar contatos e cumprir com as medidas de distanciamento físico e prevenção de contágios. Os usuários podem utilizar os banheiros do aeroporto, cuja entrada é permitida apenas com o uso de máscaras. 

Os espectadores são convidados a fazerem doações para a campanha Unidos para Ajudar, uma iniciativa de arrecadação de alimentos, produtos de higiene, roupas e brinquedos, que são entregues para pessoas carentes e em situação de vulnerabilidade. 

A iniciativa é uma parceria entre o Aeroporto de Carrasco e as empresas Life Cinemas e Magnolio Media Group.

Manifestantes entram em confronto na Avenida Paulista

Integrantes de grupos que participavam de manifestação em defesa da democracia e apoiadores do governo federal entraram em confronto na tarde de hoje (31) na Avenida Paulista, no centro da cidade de São Paulo. A Polícia Militar (PM) disparou balas de borracha e bombas de gás em direção aos manifestantes. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do estado informou que houve “briga generalizada na avenida” e que a “PM atuou para impedir o conflito entre os grupos antagonistas”.

De acordo com a secretaria, um homem de 43 anos foi levado para a Santa Casa após ser agredido pelos investigados. A nota informa que cinco pessoas foram detidas e levadas ao 78° Distrito Policial (DP).

O organizador do Somos Democracia, Danilo Pássaro, disse que, durante o confronto, a PM concentrou suas ações contra o movimento. “O objetivo do protesto era bem claro, era a favor da democracia, era fazer uma manifestação pacífica. Porque a gente entende o que está posto no Brasil é uma guerra de narrativas”, disse. Ele contou à Agência Brasil que estava combinado com a PM a dispersão às 14h, mas algumas pessoas ficaram na avenida.

Segundo Danilo Pássaro, havia um grupo usando símbolos neonazistas e roupas camufladas que passou no meio do que havia restado da manifestação a favor da democracia, o que acabou gerando provocação e tumulto, quando então a PM interveio.

A reportagem procurou os organizadores da manifestação a favor do governo, mas não conseguiu contato com eles até o fechamento desta reportagem.

Auxílio emergencial começa a ser creditado na conta de beneficiários

A Caixa Econômica Federal informou neste domingo (31) que vai começar a creditar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 diretamente nas contas bancárias indicadas pelos beneficiários. Os recursos, que haviam sido antecipados para uso digital pelo aplicativo Caixa Tem, agora serão transferidos automaticamente para as contas informadas pelos beneficiários, de acordo com o calendário de saque em espécie.

A transferência dos valores não movimentados pelo Caixa Tem será realizada para quem indicou contas para recebimento de outros bancos ou poupança existente na Caixa. Com isso, esses beneficiários poderão procurar as instituições financeiras com quem tem relacionamento, caso queiram sacar, segundo orientou o banco estatal.

Confira calendário:

Calendário da 2ª parcela do auxílio emergencial

Calendário da 2ª parcela do auxílio emergencial – Caixa Econômica Federal

Mais de 50 bancos participam da operação de pagamento do auxílio emergencial. Segundo o governo, todos os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para o auxílio emergencial já receberam o crédito da segunda parcela.

“A Caixa reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento, das 8h às 14h, serão atendidas. Elas vão receber senhas e, mesmo com as unidades fechando às 14h, o atendimento continua até o último cliente. O banco fechou parceria com cerca de 1.200 prefeituras em todo o país para reforçar a organização das filas e manter o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas”, informou a Caixa, em nota.