Sem Guerrero, Inter tem brilho de Galhardo para derrotar Atlético-GO

Sem Paolo Guerrero, com uma lesão grave no joelho que o afastará dos gramados até 2021, o Internacional teve em Thiago Galhardo, parceiro de ataque do peruano, o desafogo para derrotar o Atlético-GO por 3 a 0, no Beira-Rio, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira (19), o Colorado resistiu cerca de meia hora com um jogador a menos às tentativas de pressão do Dragão, após a expulsão de William Pottker, substituto de Guerrero no ataque.

Os gaúchos chegaram à terceira vitória em quatro rodadas, com nove pontos. O Atlético-GO, que há uma semana surpreendeu o Flamengo e, no domingo passado (16), deixou o triunfo sobre o Sport escapar nos minutos finais, conheceu a primeira derrota na competição. A equipe goiana está com quatro pontos.

O Atlético balançou as redes logo aos seis minutos do primeiro tempo, com Matheuzinho, que encobriu o goleiro Marcelo Lomba. Só que, no momento em que foi lançado pelo volante Marlon Freitas, o meia estava impedido. Com auxílio do árbitro de vídeo, o gol rubro-negro foi anulado. Já aos 28, ao tentar afastar uma bola, o arqueiro do Colorado chutou em cima de Hyuri. A redonda explodiu no atacante do Dragão e passou rente à meta gaúcha.

Na etapa final, o Inter desencantou. Aos seis, o volante Damián Musto, de cabeça, fez o primeiro. Cinco minutos depois, o Colorado perdeu William Pottker, expulso por atingir o volante Edson no rosto. Mesmo assim, o time da casa conseguiu definir a partida. Aos 25, o meia Patrick acertou o travessão e, no rebote, Thiago Galhardo mandou para o gol. E aos 44, o atacante foi derrubado pelo goleiro Jean, do Atlético. O próprio Galhardo bateu e fechou o marcador.

Tricolor do Pici desencanta

Após três rodadas e apenas um ponto conquistado, o Fortaleza chegou à primeira vitória no Brasileirão. Com boa atuação ofensiva, explorando especialmente os lados do campo, o Tricolor do Pici fez 3 a 1 no Goiás, fora de casa. O time cearense soma quatro pontos na tabela da Série A. O Verdão sofreu a segunda derrota e permanece com um só ponto e está na zona de rebaixamento.

O Fortaleza não balançava as redes havia cinco partidas. Quem encerrou o jejum foi o centroavante Wellington Paulista, logo aos seis minutos do primeiro tempo, após uma jogada do atacante Osvaldo pela esquerda. O Goiás pressionou. Assustou em cobrança de falta do zagueiro Rafael Vaz. Até fez gol, mas a cabeçada do volante Sandro para a meta foi anulada. O jogador estava em impedimento.

Na etapa final, o Tricolor liquidou o jogo. Aos 13, o atacante Yuri César aproveitou a sobra de uma cobrança de escanteio e bateu de fora da área. A bola desviou no lateral Bruno Melo e foi para as redes. Dez minutos depois, o mesmo Yuri César se antecipou à marcação após cruzamento rasteiro pela direita e marcou o terceiro.

O Goiás precisou de mais 10 minutos para diminuir o prejuízo, com o lateral Jefferson, que arriscou de fora da área e contou com um desvio no meio do caminho para o chute enganar o goleiro Felipe Alves. O segundo gol esmeraldino quase saiu aos 43, mas o lateral Zeca acertou a trave após o rebote de Felipe Alves na falta batida por Rafael Vaz. Foi a última boa chance do time da casa.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.