Sob olhares de Pia, Inter iguala maior goleada do Brasileiro Feminino

Garantido nas quartas de final desde sábado (10), beneficiado pelo empate do Grêmio com o São José, o Internacional não teve dificuldades para fazer 9 a 0 no Audax neste domingo (11), em Porto Alegre, pela 14ª rodada da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. O placar se iguala à goleada mais elástica da edição 2020 do torneio, aplicada pelo Avaí/Kindermann há um mês, também sobre o Audax.

O jogo no Sesc Campestre foi acompanhado pela técnica da seleção feminina, Pia Sundhage, além da auxiliar Bia Vaz e da coordenadora de Seleções da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Duda Luizelli, que foi gerente da modalidade no Inter. Irmã de Duda, a volante Gabi Luizelli (foto) fez um dos gols do massacre colorado.

Também balançaram as redes a zagueira Isa Haas, a meia Júlia e as atacantes Byanca Brasil, Jheniffer (duas vezes) e Layssa (duas vezes). A meia Mafê, do Audax, marcou um contra. Antes mesmo do intervalo, as gaúchas venciam por 5 a 0. A vitória levou o Inter a 30 pontos, na terceira posição. As paulistas seguem com sete pontos, já rebaixadas, na 14ª posição.

Iranduba rebaixado

Um dos clubes com trabalho mais longevo no futebol feminino brasileiro, o Iranduba teve a queda à Série A2 (segunda divisão) decretada com a derrota para o Avaí/Kindermann, em Caçador (SC), por 3 a 0. O Hulk da Amazônia, com 10 pontos, encabeça o Z-4, na 13ª posição, e não pode mais alcançar o Minas Brasília, primeiro time fora da zona de rebaixamento, que soma 14 pontos.

A missão das amazonenses ficou mais difícil logo aos 12 minutos, quando a atacante Duda abriu o placar, de pênalti. Nos acréscimos, outra penalidade para o Avaí/Kindermann, desta vez convertida pela lateral Bruna Calderan. A atacante Lelê, no fim da partida, definiu o marcador, que assegurou a classificação das catarinenses às quartas de final. O time da casa foi a 27 pontos, em quarto lugar.

O Iranduba vive uma temporada de grave crise financeira, acentuada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). O clube afirma que a patrocinadora master, a empresa britânica Vegan Nation, não cumpriu o contrato firmado em 2018, que previa o pagamento em moedas virtuais. A previsão era que elas entrassem no mercado em 2019, para serem trocadas por dinheiro – o que não aconteceu.

O caso está Justiça. Durante a paralisação do Brasileiro, quase todo o elenco deixou o Hulk, que chegou a iniciar uma campanha online de financiamento coletivo. Com apenas quatro atletas depois da paralisação, o clube recorreu ao principal rival, o 3B da Amazônia, que disputa a Série A2 e cedeu as jogadoras para compor a equipe.

Verdão se garante

No Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP), o Palmeiras venceu o Flamengo por 1 a 0 e também garantiu a classificação antecipada à próxima fase do Brasileiro. A atacante Bianca, aos oito minutos do segundo tempo, decretou a vitória que levou a equipe alviverde aos mesmos 27 pontos do Avaí/Kindermann, que fica à frente pelo saldo de gols (28 a 13). O Verdão ocupa o quinto lugar.

As rubro-negras seguem em nono, com 21 pontos, a dois do Grêmio, último time no G-8. Com a derrota flamenguista, o Cruzeiro (décimo, com 20 pontos) voltou à disputa por vaga no mata-mata. O resultado também assegurou vagas às quartas de final de Ferroviária e São Paulo, que se enfrentam ainda neste domingo, às 19h (horário de Brasília).

Duelos de extremos

Na partida entre o líder e o lanterna do Brasileiro, o Corinthians fez jus ao favoritismo e atropelou a Ponte Preta, em Campinas (SP), por 7 a 0. A volante Grazi marcou três vezes e foi o destaque da partida, a 160ª dela com a camisa alvinegra. As atacantes Gabi Portilho (duas vezes) e Gabi Nunes e a lateral Paulinha também balançaram as redes. O Timão, que poupou quase todas as titulares, foi a 39 pontos. Já rebaixada, a Macaca permanece zerada.

Já no Estádio Ulrico Mursa, o Santos, vice-líder, recebeu o Vitória, penúltimo colocado, e levou a melhor. A lateral Fran Bonfanti, aproveitando rebote da goleira Renata, definiu o triunfo santista por 1 a 0. As Sereias da Vila, que também atuaram com um time repleto de reservas, foram a 33 pontos e não perdem mais o segundo lugar. As rubro-negras permanecem sem pontos ganhos e já tiveram a queda decretada para a Série A2.

Confira a classificação da Série A1 do Brasileiro Feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *